Cuidados com o sono do bebê até o terceiro mês

A chegada do recém-nascido é uma das fases que exige muita atenção das mães, pois a maioria dos que nascem dormem no máximo 4 horas por vez, de noite você terá que levantar para trocar o bebê e amamentar, apesar disso eles dormem bastante (em torno de 17 a 18 horas por dia). Alguns bebês conseguem dormir a noite inteira a partir do segundo mês de vida, outros demoram muito mais, portanto criar bons hábitos de sono é importante nessa fase (explicaremos a seguir). No terceiro mês os pequenos começam a dormir 15 horas por dia.

Recém-nascido.

Ensine a diferença entre a noite e o dia:

É importante que o bebê vá se acostumando a distinguir entre a noite e o dia para quando atingir uma certa idade não acordar mais de noite, o ideal é começar a mostrar a partir da segunda semana:

  • De noite evite barulhos, acenda o mínimo de luzes e quando for amamentá-lo não brinque.
  • Durante o dia não se preocupe em não fazer barulho, mantenha o ambiente bem iluminado, brinque o máximo (por exemplo com chocalhos e fantoches) e na amamentação chame atenção para o bebê ficar acordado.

Noite e dia.

 Entenda os sinais de cansaço do bebê:

Nas primeiras semanas de vida os pequenos não conseguem ficar acordados mais do que 2 horas por vez, assim que seu filho indicar sinais de cansaço coloque-o para dormir no berço ou carrinho, pois se passar muito tempo disso ele terá dificuldades para adormecer. Os sinais são: esfregar os olhos, olheiras, quando não parar de mexer nas orelhas ou se você notar mais algum sinal preste atenção.

Ensine o seu bebê a dormir sozinho:

A partir da sexta semana quando você perceber sinais de cansaço no seu filho, coloque-o para dormir para não acostumá-lo adormecer só quando você nina. Tente estabelecer uma rotina, fazendo tudo na mesma ordem e no mesmo horário para que ele entenda que é a hora do sono. Não deixe que seu filho associe seu colo ou o seio na hora de dormir, antes que ele adormeça coloque-o no berço ou se perceber que ele está pegando no sono chame sua atenção.

Desenho de bebê.

Solucionando problemas comuns com o sono do bebê:

  • É preciso que nos primeiros meses de vida o pequeno fique dormindo no quarto dos pais, mas não na mesma cama, em um carrinho ou berço, para evitar transtornos como a Síndrome da Morte Súbita (explicaremos a seguir), o bebê se engasgar ou regurgitar. Por volta do terceiro mês de idade com a ajuda de uma “babá eletrônica”, você pode colocá-lo a dormir em um quarto separado para não ter problemas futuros da criança não conseguir dormir sozinha.

Babá eletrônica.

  • Há uma polêmica entre profissionais que dizem que é preciso deixar a criança chorar até dormir para aprender cita ficar sozinha e outros que discordam, no primeiro dia da ida ao quarto separado é bom tentar deixar o bebê sem ninguém por 15 minutos, depois retornar e nos outros dias ir aumentando aos poucos o tempo que a criança permanece sozinha para a mesma se acostumar.

Como evitar a Síndrome da Morte Súbita no seu filho:

A síndrome citada acomete bebês menores de 1 ano, apesar das suas causas ainda não serem claras, a Academia Americana de Pediatria recomenda:

  • Colocar o bebê para dormir de barriga para cima, com a cabeça para o lado, um braço flexionado e o outro estendido em um colchão firme e reto.
  • Não deixar ninguém fumar perto do bebê, fazer um bom pré-natal e principalmente não usar drogas na gravidez.
  • Não deixar o quarto muito quente e não agasalhar demais o pequeno.
  • Na hora do sono evitar deixar travesseiros, mantas, cobertores, ursinhos de pelúcia e brinquedos no berço. Caso você não se contente em ver o bebê descoberto use uma manta bem leve.
  • Especialistas atualmente não indicam colocar protetores no berço, mas se você realmente quiser colocar prefira os mais finos, firmes, que estejam bem presos no berço e não tenha nenhum laço para o lado de dentro.
  • Não expor o pequeno a infecções, pedir para que as pessoas lavem as mãos antes de tocá-lo e recusar visitas de doentes.

Bebê no berço.

 

Seja o(a) primeiro(a) a postar um comentário!

Faça um comentário

 

Translate »