Shantala: o que é e como fazer essa técnica

A Shantala é uma técnica de massagem para bebês, descoberta na Índia pelo médico francês Frédérick Leboyer, onde visualizou uma mãe massageando seu bebê, intrigado com a técnica tão corriqueira, a filmou e fotografou.

Shantala.

Benefícios da Shantala:

O objetivo da Shantala é melhorar o laço afetivo entre mãe/pai e filho, apresentando benefícios também no comportamento do bebê, o deixando mais calmo, aliviando cólicas abdominais, abrindo o apetite, melhorando o funcionamento do intestino e a qualidade de sono.

Além das vantagens citadas, essa técnica proporciona consciência corporal, desenvolvimento do sistema psicomotor, alongamento e fortalecimento do sistema imunológico. É muito importante o toque para o desenvolvimento da criança, pois assim ela se sente protegida e amada.

Tempo e idade certa para realizar a Shantala:

O tempo da massagem é em torno de 15 a 30 minutos e pode ser feita quando o bebê atingir um mês de vida, não existindo época certa para encerrá-la, porém quando a criança começar a andar e atingir 1 ano de idade, é provável que ela fique menos paciente para receber a Shantala.

Contraindicações:

Não realizar quando o bebê apresentar lesões ou alergias, fazendo só em momentos que a criança não estiver com o estômago cheio e nem vazio. Não fazer a massagem mais do que duas vezes no dia, pois assim se tornaria um estímulo estressante. Não acordar o bebê, pois assim ele ficara irritado e não gostará da massagem.

Ambiente:

O ambiente deve estar com uma temperatura agradável, em silêncio, podendo usar a aromaterapia e com uma música relaxante.

Passo a passo da Shantala:

Assista o vídeo ou leia o tutorial a seguir.

1. Tire toda o roupa do bebê, sente-se em um tapete sobre o chão na posição “borboleta” ou com as pernas esticadas e coloque uma toalha sobre suas coxas.

2. Esfregue suas mãos para aquece-las e aplique óleo vegetal sobre todo o corpinho do bebê.

3. Comece deslizando ambas as mãos no tórax do bebê, indo em direção aos ombros e voltando pelas laterais.

4. Fazer movimentos cruzados: deslizar uma mão no sentido diagonal do tórax até o outro ombro e realizar o movimento inverso com a outra mão.

5. Posicionar o bebê de lado, segurar com a mão fechada o bracinho, deslizando para cima com mãos alternadas, fazendo com que o bebê fique com o braço levantado.

6. Ainda com o bracinho levantado, com cuidado fazer movimentos de como se estivesse torcendo uma roupa.

7. Abrir a mãozinha do bebê, deslizando o seu polegar na palma da mão do bebê em direção dos dedos.

8. Devagar, dobre e estique os dedos da criança.

Shantala mãos.

9. Deslize com a sua palma da mão no dorso e na palma da mão do bebê.

10. Fazer o passo 5 ao 9 no outro braço.

11. Deslizar para baixo do umbigo da criança com suas mãos na horizontal, as alternando.

12. Com cuidado, posicionar seu antebraço como se tivesse torcendo-o sobre o abdome do bebê.

13. Realizar a massagem nas coxas e pernas com os mesmos movimentos do braço.

14. Nos pés são também os mesmos movimentos das mãos.

15. Virar o bebê de costas, com a cabecinha virada para a sua esquerda.

16. Nas costas da criança, deslize as suas palmas das mãos em movimentos “zigue-zague”, dos ombros para o bumbum e vice-versa.

17. Apoie uma das mãos no bumbum e com a outra mão deslize dos ombros em direção do bumbum.

18. Com uma das mãos segurar os pés da criança, erguendo um pouco os membros inferiores e deslizando com a outra mão dos ombros até os pés.

19. Vire o bebê e deslize seus dedos partindo do centro da testa até as têmporas (perto da orelha).

20. Deslize com os seus polegares juntos do meio do nariz até as laterais do rosto.

21. Fazer o mesmo movimento acima, só que partindo do ponto acima do lábio e depois no queixo.

22. Segure os braços do bebê e leve-os lentamente em direção ao seu peito, como se ele fosse dar um abraço nele mesmo.

23. Pegue uma perna e o braço do lado oposto, e leve ambas partes do corpo a se encontrarem; alternando os braços e pernas.

24. Cruze as pernas e leve-as com cuidado sobre o abdome, indo e voltando.

25. Para finalizar, abrace o bebê e tenha o contato corpo a corpo, podendo o levar para o banho, dando continuidade ao relaxamento (somente se ele não estiver dormindo).

Leia também “Massagem relaxante: como fazer em casa“.

Seja o(a) primeiro(a) a postar um comentário!

Faça um comentário

 

Translate »