Sintomas de gravidez: o guia completo

Você desconfia estar grávida? Sente seu corpo diferente? Houve um atraso na menstruação? Leia seguir o guia completo dos sintomas de gravidez.

Teste de gravidez - sintomas de gravidez.

É importante que uma mulher descubra o mais cedo possível se está grávida, para que possa fazer seu pré-natal o quanto antes, também como melhorar sua alimentação e cuidar mais de sua saúde.

É comum os primeiros sintomas de gravidez surgirem após três semanas da fecundação, porém há casos de mulheres que apresentam os sinais alguns dias depois, como o sexto dia.

Sintomas de gravidez:

1- Menstruação atrasada:

O atraso da menstruação é o sinal mais comum e conhecido, porém outros motivos podem estar relacionados, não somente a gravidez, como distúrbios alimentares, ovários policísticos, estresse, ansiedade, infecções, problemas na tireoide, a troca de anticoncepcional e outros fatores.

2- Pequenos sangramentos vaginais:

É comum acontecer pequenos sangramentos vaginais, devido a implantação do óvulo fecundado, que podem ser confundidos com a chegada da menstruação. Mas isso também deve ser um sinal de alerta, pois existem casos de sangramentos que podem significar aborto, alguma doença ou gravidez ectópica (o embrião se implanta fora da cavidade uterina). O ideal é conversar com o seu médico a respeito dos sangramentos.

3- Corrimento vaginal:

O aumento do corrimento vaginal ou o aparecimento do mesmo são sinais comuns da gravidez, sendo normal aparecer um fluido mais transparente ou leitoso, espesso e sem odor. Porém corrimentos amarelados, com cheiro e com a coloração marrom podem ser consequências de alguma doença, portanto conversar com o médico é importante.

4- Acne:

As mudanças hormonais são causas do aparecimento ou agravamento da acne na gravidez, podendo surgir em qualquer etapa da gestação.

5- Vômitos e enjoos:

É normal surgirem esses sintomas a partir da 6ª semana de gestação, embora há quem sinta um pouco antes.

No segundo trimestre de gravidez, geralmente os vômitos e enjoos tendem a cessarem, porém existem casos graves em que a mulher não consegue se alimentar (hiperemese gravídica), sendo que nessas condições o médico deve estar mais presente.

Enjoo - sintomas de gravidez.

6- Alteração do paladar:

É muito comum ouvir o relato de mulheres que começam a apresentar desejos esquisitos por alimentos que não gostavam antes e detestar o que estavam acostumadas a consumir, tudo isso se deve as alterações hormonais.

7- Alteração do olfato:

A sensibilidade do olfato é aumentada nessa etapa da vida da mulher, sendo que odores muito fortes como perfumes, cigarro, produtos de limpeza e entre outros produtos, podem causar enjoo.

8- Desejos alimentares:

É muito comum as mulheres grávidas terem desejos de comerem certos tipos de alimentos, por exemplo, não é de se espantar se uma vegetariana tenha vontade de comer carne.

9- Cansaço:

O cansaço, como também o sono excessivo, são sintomas comuns, sendo que no segundo trimestre de gestação é provável que desapareça.

Não é só a gravidez que está relacionada com o cansaço, mas também distúrbios alimentares, infecções, insuficiência cardíaca, insuficiência renal, diabetes, doenças pulmonares, medicamentos e hipotireoidismo.

 Mulher dormindo.

10- Tonturas:

A alteração hormonal pode causar diminuição da pressão arterial, atenuação dos níveis de açúcar no sangue, respiração mais rápida, alimentação não muito frequente por causa de enjoos e entre outros fatores que podem desencadear tonturas.

11- Alterações de humor:

As mulheres ficam mais sensíveis quando estão grávidas, sendo comum alterar o humor subitamente.

12- Gases:

O aumento dos gases são comuns na gravidez devido à progesterona, também é possível a mulher ter mais necessidade de arrotar.

13- Dor abdominal ou cólicas:

As alterações que ocorrem no útero são causas comuns das cólicas, que se parecem muito com as menstruais. Com o avanço da gestação é comum surgir contrações moderadas, como se fosse uma espécie de treino para a hora do parto.

Cólica - sintomas de gravidez.

14- Constipação do intestino:

A constipação intestinal ou “prisão de ventre” ocorre por causa do aumento da progesterona, causando assim o relaxamento dos tecidos, como também do intestino, o impedindo de contrair de maneira adequada e consequentemente causando essa alteração.

15- Dor nas costas:

O peso do bebê e a progesterona são os motivos das dores nas costas (principalmente lombares), causando a alteração na postura.

16- Dor de cabeça:

A alteração do fluxo sanguíneo cerebral, o estresse e o cansaço, são fatores que desencadeiam dores de cabeças na gravidez.

Dor de cabeça - sintomas de gravidez.

17- Aumento dos seios:

A estimulação das glândulas mamárias pelas alterações hormonais é comum na gravidez, fazendo com que os seios fiquem inchados e também a simples troca de sutiã pode se tornar um pouco desagradável.

18- Alteração da aparência dos seios:

O escurecimento dos mamilos e também o surgimento de pequenas veias ao redor dos seios são comuns durante a gestação por influências hormonais.

19- Edema:

O inchaço ou edema é comum aparecer devido ao aumento de fluidos no corpo, a drenagem linfática é um ótimo método para aliviar este sintoma.

20- Constante vontade de urinar:

A partir da 6ª semana de gravidez, é comum as mulheres sentirem vontades constantes de urinar por causa de hormônios que causam relaxamento dos tecidos.

Observação:

Caso você identificou algumas alterações anteriores, é importante fazer um teste de farmácia (95% a 99% de eficácia) ou um exame de sangue (método mais eficaz), pois não há como ter 100% de certeza de que você está grávida ou não apenas sabendo dos sintomas de gravidez.

Fonte: Dr. Pedro Pinheiro – Médico formado na UFRJ.

Seja o(a) primeiro(a) a postar um comentário!

Faça um comentário

 

Translate »