Cuidados com a gravidez: produtos que devem ser evitados

A gestação é um período de grande transformação, a mamãe percebe que todo o seu corpo está mudando e com o desenvolvimento da criança, alguns cuidados com a gravidez são essenciais.

Cuidados com a gravidez - produtos.

Dúvidas surgem a todo instante nessa fase, como: “será que posso pintar o cabelo”? “Ou o que eu posso e o que eu não posso usar durante a gravidez? Algumas pesquisas dizem que existem mais de 287 substâncias que podem ser tóxicas para o cordão umbilical e muitas vezes essas substâncias estão em produtos de beleza, onde nem imaginamos! Saiba a seguir os principais contraindicados:

Cuidados com a gravidez: produtos

Cosméticos para a pele

Alguns cremes e produtos para a pele contém em sua composição ingredientes muito prejudiciais, como: ácido salicílico, hidroquinona, adapaleno e retinoides; esses produtos quando em contato com a pele, vão diretamente para a corrente sanguínea, afetando assim a formação do feto, podendo trazer deformidades para a criança.

Perfumes

Todos os perfumes, água-de-colônia e creme para o corpo, que tenham fragrâncias fortes podem desencadear alergias, a melhor maneira de se prevenir é usando produtos que são recomendados e feitos especialmente às gestantes.

Inclusive os produtos com álcool devem ser evitados; cuidado também com tônicos, demaquilantes e desodorantes.

Hidratante e Cremes

Existem três substâncias como ureia, cânfora e chumbo, que geralmente são encontradas em cremes e hidratantes. Pelo menos durante a gravidez é muito importante evitá-los, pois quando em contato com a grávida essas composições químicas são capazes de atravessar a barreira placentária, podendo trazer riscos ao bebê.

Tratamentos de pele

O protetor solar é um item que pode e deve ser usado, mas os tratamentos de pele como produtos de anti-idade, limpeza de pele muito profunda, clareamentos com ácidos, laser e botox, podem causar graves problemas no desenvolvimento do feto.

Bronzeamento

Nessa fase, é comum o estímulo maior de melanina, por conta das alterações hormonais, fazendo com que favoreça o aparecimento de cloasmas e manchas. Tanto bronzeamentos artificiais, como naturais devem ser evitados. Os autobronzeadores são muito recentes, por isso, não há pesquisas que atestem a segurança para mulheres grávidas.

Gel redutor

Produtos para gordura localizada podem desencadear irritação na pele ou até mesmo modificar a pressão arterial da gestante.

Alisamento, relaxamento e tinturas

Não se sabe ao certo o quanto o corpo absorve as substâncias nesses processos de beleza, podendo ser prejudiciais à saúde do bebê, portanto é melhor evitar.

Cirurgias

Qualquer cirurgia, seja plástica ou para perda de gordura, é totalmente contraindicada nesse período.

Nutricosméticos

Conhecidos como “pílulas da beleza”, são contraindicados nesse período, por poderem desencadear desiquilíbrios na absorção de nutrientes essenciais para o organismo, principalmente do ácido fólico.

Clareamento nos dentes

Ainda não há pesquisas que atestem a segurança do clareamento nos dentes, não importa se seja a laser ou químico, é melhor não fazer no período da gravidez.

Anticaspas e produtos para pediculose (piolho)

Esses produtos não devem ser utilizados, por geralmente conterem cetoconazol na composição.

Há também produtos e técnicas que são liberados apenas a partir do terceiro mês de gestação, como: depilatórios, tonalizantes capilares, descoloração de pelos, acetona, esmaltes e massagens.

Em casos de dúvidas lembre-se de consultar seu médico, para obter melhores recomendações, mas jamais utilize um produto sem a plena certeza de que fará bem a sua vida e a de seu filho!


Gostou de saber os produtos que devem ser evitados para manter os cuidados com a gravidez? Comente a seguir!

Colaboração: Fernanda Ferraz.

Seja o(a) primeiro(a) a postar um comentário!

Faça um comentário

 

Translate »