Alianças de casamento: dicas de como escolher

As alianças de casamento são o símbolo tradicional da união tão esperada de duas pessoas. Quando a preparação de uma cerimônia se inicia, o primeiro cuidado que geralmente é com estes anéis.

Alianças de casamento.

Na hora da escolha sempre surge a dúvida: tradicional, com detalhes ou lisa? Ouro amarelo ou ouro branco? Se você optou por se casar, é muito importante que dê atenção a esse item, pois ela o acompanhará por muito tempo.

Para acertar, se direcione por três questões básicas: elas precisam ser confortáveis, pois serão utilizadas durante muito tempo, bonitas, porque ninguém gosta de usar coisas feias e já que a intenção é ficar com ela por muitos anos, a aliança precisa ser de qualidade.

Então, selecionamos algumas dicas para que você não erre na hora de escolher as suas alianças de casamento.

Dicas – alianças de casamento:

  1. Não existe aliança “da moda”, o que vale aqui é personalizar. A aliança precisa aderir ao seu estilo: mais básica, mais ousada, etc. O que pode acontecer é um determinado modelo vender mais em algum período, mas isso não significa que é alguma tendência.

  2. Se você quer uma aliança mais confortável, opte pelas anatômicas. Elas possuem o interior arredondado, o que faz com que não aperte o dedo e garanta mais conforto.

  3. Gosta de anéis mais brilhantes? Então, na hora de optar, escolha as polidas. Mas se você prefere mais opacos, a aliança ideal para você são as escovadas.

  4. As alianças de casamento geralmente são sempre douradas, feitas em ouro amarelo. Mas isso não é regra. É possível usar materiais como o ouro branco, prata e titânio. Tudo vai depender do estilo do casal. O tradicional está ligado ao dourado, as alianças mais diferentes estão ligadas aos outros materiais citados acima.

  5. Você sabe a diferença entre o ouro de 14k, o de 18k e o de 24k? Pois é, não existe apenas um tipo, não. O ouro 14k é que o menos possui “pureza”. O 18k é composto por 75% de ouro puro e 25% de ligas metálicas, que são prata e cobre. Já o ouro 24k, apesar de ser o mais puro é muito maleável, não dando à aliança a resistência necessária.

  6. Um ponto que não deve ser ignorado é o preço das alianças, ou seja, se elas realmente cabem no bolso. É importante investir em qualidade, pois entende-se que ela será para sempre. Mas se as condições financeiras não permitirem, não se angustie e lembre-se: a aliança é apenas um símbolo, o que realmente importa é o amor que une o casal. Então, não há problema algum em investir em algo mais simples. Outra ideia são alianças tatuadas, clique aqui para saber mais.

Raiane Ribeiro.

Seja o(a) primeiro(a) a postar um comentário!

Faça um comentário

 

Translate »