Língua: pode revelar muitos segredos sobre sua saúde!

Na maior parte do tempo não costumamos pensar em nossas línguas, isso é fato. Mas a realidade sobre este músculo é que ele retrata grande parte das doenças que afetam o nosso organismo. Além disso, a língua ainda é de total importância para a digestão e a fala.

Anatomia da língua.

Cred. Correio Popular.

Segundo o dentista Cassius Torres, presidente da Sobep (Sociedade Brasileira de Estomatologia e Patologia Oral), a língua deveria ser mais bem analisada por um grande número de outros médicos, e não apenas na consulta ao dentista, já que ela pode apresentar sintomas de problemas sistêmicos que vão desde uma febre simples à anemia.

Língua x doenças

Tratando-se da anemia, a língua apresenta um quadro conhecido como “atrofia da língua”, onde fica completamente lisa, aparentando ter “perdido” suas papilas. Além disso, o paciente anêmico também costuma queixar-se de ardência ou queimação na hora de comer, sintoma que muitas vezes é deixado de lado pelo profissional que não examina o músculo.

Em quadros de diabetes a língua também pode ser fonte de sintomas, como a ardência que surge nas situações menos convencionais, como ao alimentar-se de um prato de gosto simples, como o arroz, mas sentir-se como quem come um taco apimentado. Formigamento, Problemas na gengiva e boca seca (mesmo quando se bebe muita água), também são sintomas apresentados pela língua no caso de diabetes.

Doenças na língua.

Créd. Saúde Abril.

 

O que podemos fazer?

Quando falta aos profissionais o costume de perguntar pela aparência desse músculo, cabe a nós ficarmos atentos. Observar a aparência da língua no espelho, as sensações que ela apresentar e comentar sobre as alterações que sente na consulta médica podem ser meios eficientes de incluir sintomas importantes em seu diagnóstico.

A língua também têm suas próprias doenças!

Apesar de ser meio para reconhecer diversas doenças do corpo, a língua também pode apresentar doenças próprias da boca. É nela que aparecem as primeiras lesões do câncer de boca, geralmente apresentando as primeiras lesões nas bordas do músculo, mas progride para maiores extensões se não for reconhecido inicialmente, e pode levar à necessidade de mutilação de parte da língua. Vale reforçar que se pequenas mudanças na língua fores apresentadas aos médicos, grande parte dos casos desse tipo de câncer poderiam ser curados com tratamentos menos ofensivos.

A aparência ideal:

A aparência considerada ideal para uma língua saudável deve ter coloração rosada e visualmente homogênea, sem grandes divergências no tamanho das papilas.

Fique atento se:

  • A língua apresentar uma coloração amarelada ou avermelhada;
  • A língua apresentar surgimento de placas ou manchas brancas;
  • Tiver sensações gustativas que não pareçam adequadas à situação (como ardência em momentos inexplicáveis);
  • Sentir formigamento ou perda de sensação na língua;
  • A língua estiver “lisa” visualmente.

Apesar de ser um bom meio para identificar os mais diversos problemas, muitas vezes um mesmo sintoma pode se apresentar para situações diferentes, portanto não é indicado fazer o autodiagnostico. A recomendação é ter atenção com as mudanças no músculo, mas apenas para fins de retratá-las ao médico, nunca de se automedicar.

Larissa Santos.

Seja o(a) primeiro(a) a postar um comentário!

Faça um comentário

 

Translate »