Início Estética e Saúde Filme Extraordinário: síndrome rara é real – saiba mais

Filme Extraordinário: síndrome rara é real – saiba mais

0
COMPARTILHAR

Não é apenas história do filme Extraordinário, a doença apresentada pelo protagonista do filme, Auggie Pullman, é real e se chama Síndrome de Treacher Collins.

O filme

O filme Extraordinário relata a vida de um garoto chamado Auggie Pullman que tem a Síndrome de Treacher Collins, o que faz com que seu rosto seja deformado.

O tema principal é o preconceito vivido por ele e também por sua família ao lidar com pessoas que não estão preparadas a se socializar com quem é diferente.

O filme é emocionante, pois o menino, que por um bom tempo não frequentou a escola, consegue se transformar um verdadeiro herói da quinta série.

 A doença

A Síndrome de Treacher Collins é identificada por causar um distúrbio craniofacial. Os ossos malares da face são achatados, o canto dos olhos externos são caídos, o céu da boca é fissurado ou estreito, o queixo tende a ser pequeno, as orelhas apresentam deformidades (quando presentes), podendo até manifestar surdez.

Além da surdez, a síndrome faz com que a pessoa possa ter complicações para enxergar, se alimentar e até respirar. A maioria dos casos faz com que seja uma deformidade estética e funcional, mas não chega a afetar a inteligência.

Há casos mais leves, que podem passar um tanto desapercebidos e situações mais graves que requerem diversas cirurgias corretivas (como o caso do filme).

Na dúvida da existência da doença, é possível realizar um exame para detectar mutações no gene TCOF1. No pré-natal é possível suspeitar da síndrome através do ultrassom, mas o diagnóstico mesmo só é constatado no nascimento do bebê.

Síndrome de Treacher Collins.

Causas

A síndrome é causada por mutações genéticas no gene TCOF1 que codifica a proteína treacle. Esta proteína tem papel fundamental na manutenção de células que formam ossos da face.

Os pais podem não ter a doença, mas os portadores tem 50% de chance de transmitir a seus filhos.

Tratamentos

A utilização de próteses auditivas e a realização de cirurgias plásticas.

É importante ter um acompanhamento multiprofissional, pois além das operações, é recomendado também frequentar fonoaudiólogos e psicólogos.

Clay Brites, neurologista e pediatra do instituto NeuroSaber, recomenda as correções antes dos cinco anos de idade, em torno, pois assim diminui os impactos sociais e emocionais que a criança vai passar.

Moral do filme Extraordinário

*Respeitar e saber interagir com quem é diferente, pois ninguém é igual e todos nós, no fundo, temos nossas diferenças.

*A coragem de enfrentar os outros.

*Se colocar no lugar do próximo, pois apenas um olhar, um sorriso, pode fazer toda a diferença na vida de alguém.

Filme Extraordinário.

 

Leia também (clicando aqui ->) Bichos de Estimação x Doenças.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comente!
Nome